Notícias
07/03/2018 – 18h42 | última atualização em 09/03/2018 – 14h22

Felipe e Lamachia participam de ato em São Gonçalo

Fonte: redação da Tribuna do Advogado
        Foto: Bruno Marins  |   Clique para ampliar
 
 
Vitor Fraga
O presidente da OAB/RJ, Felipe Santa Cruz, e o presidente do Conselho Federal, Claudio Lamachia, participaram nesta quarta-feira, dia 7, na sede da Subseção de São Gonçalo, de um desagravo póstumo ao advogado Wagner Salgado, assassinado em fevereiro de 2017 juntamente com a esposa e a filha. Na época do crime, Salgado ocupava o cargo de diretor de eventos da subseção.
 
Foto: Bruno Marins |   Clique para ampliar“Dirigir a Ordem em um momento de crescimento é uma coisa. Num momento de crise e mudanças é outra. Quando o advogado está sofrendo, ele vem para a entidade. Só unidos iremos superar essa fase. Quero ressaltar a importância do trabalho coletivo” afirmou Felipe na abertura, ressaltando que a Seccional acompanhará o caso da morte de Salgado até o fim. “Não queremos vingança, queremos o cumprimento da lei. Que aqueles que foram responsáveis por esse assassinato respondam por ele”.
 
Para Lamachia, o momento do Rio de Janeiro e do país é delicado, mas a Ordem tem “a obrigação de apontar a bússola” na direção certa, e declarou que a entidade apoiará incondicionalmente a Seccional e a subseção no tocante ao processo relacionado ao assassinato de Salgado. “Que não tenhamos mais que enfrentar situações como esse crime, que tenhamos um Brasil mais justo e respeitoso com as pessoas. Um Brasil que tenha como norte a serenidade e a ética. Nós advogados e advogadas brasileiros somos agentes de transformação social, e temos um papel fundamental, especialmente nesse ano de eleição”, completou.
 
Foto: Bruno Marins |   Clique para ampliarO presidente da OAB/São Gonçalo, Eliano Enzo, agradeceu o apoio da Seccional e do Conselho Federal. Ele pediu a unidade da advocacia para que se possa enfrentar melhor os obstáculos cotidianos. “No momento em que nos calamos e não defendemos um colega, estamos atingindo a nós mesmos no futuro. Precisamos unir a advocacia, para melhor nos defendermos. O outro não é inimigo, é colega de profissão, que pode estar do mesmo lado que nós um dia”, ponderou. A subseção também concedeu a Lamachia a Medalha Celso Fontenelle, pelos serviços prestados à advocacia.
 
Participaram da mesa, além de Felipe, Lamachia e Enzo, o presidente da Comissão de Prerrogativas e tesoureiro da OAB/RJ, Luciano Bandeira; o secretário-geral adjunto do CFOAB, Ibaneis Rocha; o ex-presidente da Seccional Octavio Gomes; o membro nato do conselho da subseção Edson Oliveira dos Santos; e o professor da Escola Superior de Advocacia da subseção Vitor Marcelo Rodrigues.
 
Além do ato solene, a subseção promoveu um seminário jurídico, com uma série de palestras ao longo do dia sobre diversos temas, como reforma trabalhista, nova lei de imigração, dois anos de vigência do Código de Processo Civil, fake news, entre outros.
PUBLICIDADE
OAB/RJ - Av. Marechal Câmara, 150 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20020-080 - Fones: (21) 2730-6525 / (21) 2272-6150
atendimento@oabrj.org.br - 2012 - OAB/RJ online - Todos os direitos reservados.
Fechar(x)